Postagem em destaque

Stranger Things

Realmente, há muitas coisas estranhas neste planeta entre elas o gosto pelo terror. A maior parte das pessoas sofrem de alguma espécie de me...

quarta-feira, 20 de março de 2013

Teoria da complexidade

 Há algum tempo, filósofos e sociólogos em busca de soluções e explicações para o mundo contemporâneo se depararam com uma complexidade social tamanha que começaram a teorizar por aí. O mundo civilizado atingiu tal complexidade que fica difícil teorizar sobre ele que não seja de uma forma trans e inter realidade. O próprio homem se tornou um ser mais complexo que as antigas teorias antropológicas e ou filosóficas postulavam. O homem não é só um ser social, político, religioso, relacional, emocional, racional, cultural, artístico, espiritual, biológico... é muito mais! E, apesar de existirem pessoas e teóricos querendo ignorar esta complexidade veiculando soluções simplistas e mesquinhas para os problemas humanos, temos que concordar com os grandes filósofos da atualidade, em especial Edgar Morin, acerca da complexidade e suas análises e propostas para o século XXI.

Portanto, como filósofa e escritora, como poeta e artista, penso na complexidade do mundo, na complexidade da vida, das pessoas e sei que simplificações não resolvem... tudo é mutável mesmo, tudo é vibracional... temos que nos alinhar e desejar o que queremos para nós, sem nos ocuparmos das más escolhas dos outros. Parece solidariedade, mas não é, é burrice mesmo. 
E agora, sem filosofias ou teorias...há muitos anos, ouvi de um Mestre que tentar resolver ou sofrer com os problemas alheios era só uma forma de nos desviarmos dos nossos... então, resolvamos primeiro os nossos, cada um resolvendo o seu da melhor maneira possível, então, as coisas melhorarão como um todo. O mundo, os homens ainda estão muito atrasados em termos de pensamento. Estamos na era das cavernas, especialmente no Brasil, sem Filosofia, com ideologias de todo tipo, sociologias redutoras e etc. Ainda estamos acreditando em destino, em deuses que nos manipulam... Entretanto, se tem alguém nos manipulando são(sic) a mídia e os políticos! E se o indivíduo é consciente disso, então, nada nem ninguém tem poder sobre seu destino! Façamos acontecer, já dizia meu amigo Vandré! Vamos repensar nossas vidas, nossas prioridades, nossos anseios, vamos reformar o mundo através de nossos pensamentos positivos e realizações fantásticas...vamos crer num mundo melhor e nos fazermos melhor para que isso aconteça. É isso! E a complexidade permanece, atuemos junto com ela e não em detrimento dela... ela nos define, nos contorna, nos significa, nos diferencia dos animais e das máquinas. Não ataquemos a complexidade, assumamo-la até as últimas consequências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente mas modere-se sempre. Liberdade de expressão e respeito às diferenças que nos une nesta tão ampla e diversa Humanidade.