Postagem em destaque

Ecossistema alterado

Desde que me mudei para o Rio grande do Sul, comecei a "colecionar" os pássaros, borboletas, insetos e outros animais da região. E...

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Por que comprar um livro?

Esta é uma pergunta que se tem feito muito nos últimos anos. Temos bibliotecas, e-books e agora os tablets. Mas será a mesma coisa? E para criança? O ato de folhear as páginas , o cheiro, o tato, tudo isso está incorporado ao ato da leitura. Quem não pegou um livro novo, mesmo o didático da escola obrigatório, e cheirou para sentir o cheirinho de livro novo. È celulose, eu sei , mas muito mais desmatamentos estão fazendo e não em nome dos livros. Os livros representam uma minoria e o papel ainda é reciclável.
O objeto livro é essencial para a criança formar o hábito de ler,como um brinquedo. Ela leva pra qualquer lado, brinca de qualquer maneira, noi chão, na cama, no jardim, como ela brinca com os demais brinquedos. Ler é diversão também. É formação, informação mas, acima de tudo não podemos esquecer o famoso prezer de ler, dito e redito por Roland Barthes e outros colecionadores de livros como o grande Umberto Eco. E as edições esgotadas? E os livros que vc quer reler e de repente não encontra mas nem na biblioteca da cidade?
É preciso estar atento às propagandas anti-livros. Que se conviva com as melhorias eletrônicas, mas que não se acabe com o objeto livro por tão pouco. As ilustrações feitas nos livros de hoje para as crianças seriam por sisó uma jutificativa para não se acabarem os livros!
Eu tenho uma biblioteca e não me desfaço dela. Volte e meia a sempre o que consultar, o que reler e está à mão. Os grandes se orgulham de suas bibliotecas porque nós não manteríamos a nossa pequena biblioteca familiar que passa de geração a geração sem nenhuma perda, ao contrário.
Amemos os livros, compremos os livros, guardemos os livros com carinho e jamais nos arrependeremos.Enquanto houver livros não haverá passado, tudo se torna presente e se renova, a cada leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente mas modere-se sempre. Liberdade de expressão e respeito às diferenças que nos une nesta tão ampla e diversa Humanidade.